4 de novembro, 22:07

Me considero no teu passado e não cito as horas trocadas. Me sinto longe de ti, longe de sentir saudade.
Matei.
Matei.
Matei tudo o que eu deveria ter matado.
É que fechei meus olhos por algum tempo, só vi meu futuro claro. O teu? Perdeu a luz depois que me deixou. Não estou sendo egocêntrico, só não te enxergo daqui. Estou distante? Não sei, só sei que te matei.

Não quero fazer sentido, não quero ser claro, como os outros.
Quero que me perceba em meio a multidão.
Tenho mutilado evidências do passado que tu esquartejou.
22:12
É que em mim tudo parece ser mais evidente. E pode ter certeza, eu me escondo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: